fbpx

Como priorizar faz com que as coisas aconteçam

O ato de priorizar está mais ligado ao emocional do que ao intelectual, ao contrário do que as pessoas dizem. Dietas, economia de dinheiro e eliminar coisas que você não precisa requer disciplina, comprometimento e foco. Dizer “se exercitar é importante” é uma coisa, porém colocar isto à frente de outros compromissos é extremamente diferente. Muitas pessoas fogem destas atitudes. Eles restringem, atrasam, e evitam escolhas difíceis. E o resultado é o estabelecimento de projetos falhos. Não tomar decisões difíceis significa não progredir. Resumindo, a palavra importante, não tem nenhum sentido.

A maneira mais fácil de alcançar um objetivo significativo é utilizar uma lista ordenada de principais prioridades.  Essa ferramenta irá forçá-lo a tomar decisões difíceis antecipadamente. Uma lista ordenada significa simplesmente colocar seus objetivos em ordem de prioridade, o mais importante no topo, e os menos importantes na parte inferior. Divida essa lista pela metade: a parte superior são coisas que você precisa fazer (Prioridade 1). As demais são coisas que você espera fazer, mas pode viver sem (Prioridade 2). Reduza ao máximo sua lista de prioridades 1: estabeleça um patamar elevado. Quanto menor for a sua lista de deveres a serem feitos, mais fácil será o cumprimento de suas metas. Você poderá encontrar dificuldades ao decidir o que é verdadeiramente importante, mas uma vez que você entre em acordo consigo mesmo sobre suas prioridades, um difícil passo já terá sido superado.

Tomar estas decisões antecipadamente cria a clareza e a nitidez necessária para tornar seus projetos palpáveis. Quando os inevitáveis momentos de dúvida surgirem, você quer estar preparado. Se você puder retroceder e olhar para trás para um simples conjunto de objetivos ordenados, permitirá perguntas simples, diretas e claras. Mesmo que haja divergências, a clareza dos objetivos torna esses debates produtivos e positivos.

Prioridade é poder

Quando há incerteza ou desacordos, reformule as discussões e incertezas em torno das prioridades usando perguntas como estas:

  • Qual é o problema que estamos tentando resolver?
  • Será que este problema se relaciona com nossas principais metas ou é apenas uma distração?
  • É este problema suficientemente importante para justificar a mudança de nossas prioridades?
  • Qual é a maneira mais simples de resolver este problema e que nos permitirá cumprir as metas?
  • Se nós estamos lutando para alcançar nossos objetivos, quais metas podemos colocar em segundo plano?

As coisas acontecem quando você diz NÃO

Um efeito de ter prioridades é a forma como muitas vezes você tem que dizer não. É uma das menores palavras de nosso idioma e mesmo assim, muitas pessoas têm dificuldade em dizer. O problema é que se você não pode dizer não, você não pode ter prioridades. O universo é um lugar grande, mas sua lista de prioridades deve ser muito pequena. Essa pequena lista significa que existem milhares de boas ideias que devem ser negadas, assim você poderá concentrar sua energia no que você optou por seguir. Se você continuamente disser sim a ideias que não correspondem a suas prioridades, você estará dizendo sim ao fracasso. Se você quer mudar suas prioridades, isso é uma coisa, mas se você está constantemente mudando-as, elas nunca foram prioridades. Assim, a lei fundamental é esta: se você não pode dizer não, se você não pode proteger suas prioridades, você não tornará seu objetivo realidade.

Tradução: Júlia Linck Moroni
Adaptado de How Priorities Make Things Happen, Scott Berkun, Lifehacker

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *