fbpx

Vacinação, prevenção de doenças e bem-estar animal na suinocultura

A preocupação com bem-estar animal na rotina das granjas é cada vez mais presente  na produção suinícola atual.  O bem estar se faz indispensável e extremamente  importante para uma produção sustentável e pelas exigências do mercado consumidor  (Franco et al., 2018; Gameiro, 2014). 

Garantir que os animais estejam livres de dor e de doenças é um dos cinco pilares do bem-estar animal (Brambell, 1965). Nesse contexto, deve-se considerar que o bem-estar de um indivíduo está intimamente ligado a sua saúde e, portanto, estratégias que garantam a sanidade do rebanho são cruciais para uma produção sustentável.

A melhor estratégia sanitária em qualquer tipo de produção animal é a prevenção das doenças, por meio de rigorosos programas de biossegurança aliados a adequados programas de vacinação (Alarcón et al., 2021). As vacinas são componentes vitais na prevenção de uma ampla variedade de doenças e a implementação de programas eficazes é prática essencial em sistemas intensivos da suinocultura moderna (Tizard, 2021).

A ausência de programas vacinais ou falha na implementação dos protocolos deixam o plantel susceptível a entrada de agentes infecciosos, como vírus e bactérias, que serão responsáveis por sinais específicos de dor, estresse e/ou sofrimento, tais como tosse, aborto, diarreia, alterações no sistema locomotor, apatia, diminuição no consumo de água e alimentos, alteração da conformação corporal e outras alterações físicas relacionadas às doenças. Além disso, a ocorrência de distúrbios pode resultar em aumento da mortalidade, prejuízo no desempenho zootécnico e baixa qualidade do produto final (CBPA, 2018).

Portanto, a prevenção de doenças em rebanhos suínos por meio da vacinação é uma estratégia fundamental para promover o bem-estar e melhorar os parâmetros produtivos, uma vez que auxilia na prevenção de sofrimento de indivíduos e do rebanho como um todo.

Referências

Alarcón, L. V., Alberto, A. A., & Mateu, E. (2021). Biosecurity in pig farms: a review. Porcine health management, 7(1), 1-15.

Brambell, F. W. R., & Technical Committee to Enquire into the Welfare of Animals kept under Intensive Livestock Husbandry Systems. Report of the Technical Committee… Animals Kept Under Intensive Livestock Husbandry Systems. HM Stationery Office, 1965.

CBPA, Coordenação de Boas Práticas e Bem-estar Animal (2018). Bem-estar animal e sistemas de produção de suínos. CoordenaçãoCoordernação de Boas práticas e Bem-estar Animal, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento.

Franco, B. M. R., de Oliveira Sans, E. C., Schnaider, M. A., Soriano, V. S., & Molento, C. F. M. (2018). Atitude de consumidores brasileiros sobre o bem-estar animal. Revista Acadêmica Ciência Animal, 16, 1-11.

Gameiro, A. H (2014). Sustentabilidade e bem-estar animal: sim, tudo a ver! Boletim APAMVET, 5, 8-9.

Tizard, I. R. Porcine vaccines. Vaccines for Veterinarians. p. 225-242, 2021

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.